A Conferência Episcopal Portuguesa congratula-se com a criação de 21 novos cardeais em próximo consistório anunciado pelo Santo Padre. No seu ministério episcopal, vão assumir um apoio mais direito ao ministério do bispo de Roma, o Papa Francisco, e uma reforçada atenção pastoral à Igreja universal.

Pelas afinidades linguísticas e culturais, e pela cooperação mais estreita sobretudo a nível litúrgico e nos encontros de bispos lusófonos, a CEP exprime uma saudação muito especial ao arcebispo de Díli, Timor-Leste (Virgílio do Carmo da Silva), aos dois arcebispos do Brasil (Leonardo Ulrich Steiner, de Manaus, e Paulo Cezar Costa, de Brasília) e ao arcebispo de Goa e Damão, Índia (Filipe Neri António Sebastião do Rosário Ferrão).

Nesta hora em que o Santo Padre procura a reforma da Cúria Romana através da nova constituição Praedicate Evangelium, desejamos que os cardeais, na sua missão ao serviço da Igreja universal, contribuam para a renovação da Igreja e sua presença significativa na sociedade.

Lisboa, 29 de maio de 2022
Secretariado Geral da CEP