A Conferência Episcopal Portuguesa exprime a sua profunda consternação pelo repentino falecimento de Dom Basílio do Nascimento, Bispo de Baucau (Timor-Leste), aos 71 anos de idade, vítima de ataque cardíaco.

A Igreja em Portugal muito beneficiou da sua presença sábia e serena, em particular a Arquidiocese de Évora, onde Dom Basílio estudou, foi ordenado sacerdote e exerceu várias funções como a de pároco, professor de teologia, diretor espiritual no seminário e responsável pela pastoral das vocações.

Regressado a Timor-Leste em 1994, foi nomeado Administrador Apostólico de Baucau dois anos depois, tornando-se bispo diocesano de Baucau desde 2004. Foi o primeiro presidente da Conferência Episcopal Timorense desde a sua criação em 2011, constituída pelas dioceses de Díli, Baucau e Maliana. Nesses vários ministérios pastorais procurou sempre o apoio da Conferência Episcopal Portuguesa e das dioceses portuguesas, a nível pastoral, litúrgico, académico e material, chegando mesmo a participar na Assembleia Plenária da CEP como convidado. No sentido da renovação da Igreja à luz do Concílio Vaticano II, que tinha na mente e no coração, não se cansou de promover a formação dos sacerdotes, consagrados, leigos, catequistas e líderes das comunidades cristãs.

É reconhecido o seu relevante papel na construção democrática da jovem nação timorense, sendo uma das vozes mais escutadas no período antes do referendo de 1999, sobretudo com os comentários sobre a situação em Timor-Leste.

Neste momento de dor e esperança, rezamos para que o Senhor acolha Dom Basílio na sua eterna paz e exprimimos a nossa oração amiga junto dos seus familiares e da Diocese de Baucau.

Lisboa, 30 de outubro de 2021
Secretariado Geral da CEP

[PDF]