Portugal assume esta intenção no dia 16 de março

Com início na Quarta-feira de Cinzas e durante todo o tempo da Quaresma, os Presidentes das Conferências Episcopais da Europa (CCEE) convidaram a rezar pelas vítimas da pandemia na Europa. É uma rede de oração eucarística, para as mais de 800.000 pessoas que morreram por causa da Covid-19 no continente europeu.

Com esta iniciativa, os Bispos da Europa unem as suas vozes às do Papa Francisco para reiterar a proximidade da Igreja a todos aqueles que lutam por causa do coronavírus: as vítimas e as suas famílias, os doentes e os profissionais de saúde, os voluntários e todos aqueles que se encontram na linha da frente neste momento tão delicado.

Na sua mensagem para esta iniciativa, dizia o Cardeal Angelo Bagnasco, Presidente do CCEE: “Considerámos juntos a oportunidade, ou mesmo o dever, de recordar na Santa Missa as vítimas, as muitas vítimas da pandemia. Cada Conferência Episcopal da Europa comprometeu-se a organizar pelo menos uma Missa: será como criar uma corrente de oração, uma corrente eucarística em memória e em sufrágio de tantas pessoas. Nesta oração queremos também recordar as famílias que sofreram o luto e todos aqueles que neste momento ainda são atingidos pela doença e estão incertos sobre as suas vidas”.

Com esta iniciativa que envolve todas as Conferências Episcopais da Europa, os Bispos querem oferecer um sinal de comunhão e de esperança a toda a Europa: “Estamos todos unidos às nossas comunidades cristãs, aos nossos sacerdotes, gratos a todos aqueles que continuam a dedicar-se às pessoas mais necessitadas, para apoiar com a nossa palavra, e sobretudo com a nossa oração, o seu empenho para que possamos olhar juntos para um futuro melhor”.

Portugal assume a iniciativa de oração pelas vítimas da pandemia na Europa no dia 16 de março, colocando esta intenção nas celebrações eucarísticas desse dia nas Dioceses, no Santuário de Fátima e nos Institutos de Vida Consagrada.

Lisboa, 14 de março de 2021
Secretariado Geral da Conferência Episcopal Portuguesa