A Conferência Episcopal congratula-se com a nomeação, pelo Papa Francisco, de D. António Augusto Azevedo como Bispo de Vila Real e agradece a D. Amândio Tomás a missão que exerceu como Pastor dessa diocese.

Natural de Avioso (Concelho da Maia), D. António Azevedo foi ordenado padre a 13 de julho de 1986 e doutorou-se em Filosofia na Universidade Pontifícia Gregoriana, de Roma. Lecionou na Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa (UCP), no Centro de Cultura Católica e no Curso de Pastoral do Seminário Maior, e colaborou ainda com a Escola de Direito e da Faculdade de Educação e Psicologia da UCP.

A 9 de janeiro de 2016, quando era Reitor do Seminário Maior do Porto, o Papa Francisco nomeou-o Bispo auxiliar do Porto, sendo ordenado a 19 de março na Sé Catedral do Porto. Ao tomar como lema episcopal «Cantarei eternamente as misericórdias do Senhor» (Salmo 89), afirmou na altura: «Escolhi-o porque traduz o meu sentimento e corresponde à minha atitude e propósito de ser testemunha alegre da Boa Nova da misericórdia de Deus».

A Conferência Episcopal deseja a D. António Azevedo um fecundo ministério episcopal nesta nova missão junto do Povo de Deus na Diocese de Vila Real e agradece o precioso contributo que presta ao serviço da Conferência Episcopal, em particular como Presidente da Comissão Episcopal das Vocações e Ministérios.

Lisboa, 11 de maio de 2019

P. Manuel Barbosa, Secretário da CEP